quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

É melhor...


Eu me convencer do que realmente é certo, do que tentar por vezes te convencer o que eu quero que você pense. Talvez seja por eu querer demais, e esquecer do que pode ou não me fazer mal que eu insisto nessa verdadeira palhaçada de tentar encaixar no seu juízo o que eu quero!
E mesmo que eu não consiga me convencer, e nem te convencer, vivo nesse labirinto, nesse 'beco sem saída' e insisto em por vezes sofrer por algo que não compensa, nem me trará nada que me seja essencial, e não me traz nem o superficial!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Deixar de viver em função..


De algo que eu sei que além de não me trazer o que eu preciso, não me faz bem mesmo que eu queira! É hora de esquecer, é hora de deixar pra trás. É hora de acabar!

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

E sem nem imaginar, deu pra voltar atrás...

Sem contar que não foi tudo o que eu esperava, foi o que eu realmente queria, e quero que ainda se repita, mas não foi não 'satisfazedor' como eu imaginei que fosse. Repetir uma aventura, nem sempre, ou nunca gera a mesma sensação, mesmo que essa aventura seja diferente apesar de ser a mesma. A forma de como arriscar tudo, toda a sua moralidade, contrariar todas as suas palavras, e ir direto no sentido de todos os seus desejos! Essa aventura nunca morreu dentro de mim, e creio que nunca vá morrer, mesmo que mude a sua direção, pois ela possui esse foco todo desde há muito tempo e parece estar encaminhando retilíneamente por tempo insuficiente para suprir tudo o que eu deposito de expectativas. Eu esperava mais de mim, esperava mais do outro, esperava mais do momento e nada a não ser a sensação foi surpreendente nessa aventura. E parece que agora nasceu um branco dentro de mim, um vazio, um buraco.
Consegui voltar atrás, suprir minha necessidade de voltar e aceitar que isso ainda faz parte de mim, mesmo que eu não queira - ou até queira-, tive medo das palavras que pudesse ouvir, tive medo da minha atitude em relação a aquilo, mas tudo ocorreu bem - ou não! E a esperança que só restava uma pontinha mínima, acaba por ganhar forma e tamanho novamente, e digo mais, não faria e nem fiz diferente! Isso deve ser porque eu ainda amo amar essa aventura. :*

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Vontade de um dia voltar atrás...

E nunca, nunca mesmo poder voltar. O que está feito está e não é possível ter como voltar! Medo da intensidade das palavras, das decisões, receio do resultado, e somente quando não há nada a fazer, quando acabaram as chances de mudar, quando em vão lhe vem a cabeça a ideia de voltar atrás. É difícil aceitar que acabaram as esperanças, mesmo quando há um restinho dela, mesmo que quase totalmente degradado, complicado ter o sentimento de poder olhar pra trás, mas não poder mudar nada do que passou! Ou voltar atrás e não mudar absolutamente nada, voltar pra viver, ou até pra aproveitar de uma forma melhor.
Quem nunca teve vontade de fazer diferente, de poder pensar melhor antes de dizer um sim, ou até mesmo um não, pensar melhor antes de deixar pra trás sem de despedir, pensar melhor antes de dizer ou não 'eu te amo'! É assim que enfim dá pra perceber que a vida não se trata de uma máquina do tempo, e não se pode fazer sem pensar pra não se arrepender, prestar mais atenção, não deixar passar! É com certeza tudo muito contraditório, sempre haverão duas escolhas, e elas sempre serão decisivas.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Pudera eu...

Fazer a vida virar um conto de fadas, com todos os jardins, o meu príncipe encantado, um vestido deslumbrante, um sapato de cristal que se encaixe perfeitamente aos meus pés, e nada de se preocupar com o que tem por vir.
Ou então, transformar a vida em um filme, ou quem sabe uma novela, onde apenas os bons ganham méritos, onde eu encontraria o homem certo e perfeito pra mim e mesmo depois de muita luta eu o ter em minhas mãos, um casamento no final com tudo que possa ter direito, e enfim um final feliz.
Pudera eu fazer com que as palavras não afetassem tanto as atitudes e os sentimentos das pessoas, fazer todas as pessoas tornarem mais sinceras, mais humildes! Fazer tudo enfim mudar e aceitar que o mundo é melhor de verdade, aceitar que tudo pode ser como os bons pensam, que meus filhos poderão andar nas ruas sozinhos sem que eu me preocupe, fazer com que minha filha não sofra nas mãos das pessoas desonestas, na mão da vida.
Tão inocente, e tão vívida, essa nossa vida! Ah que bom seria se pudéssemos criar nosso próprio mundo e decidir o que é bom ou não.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Preferível esquecer, a que se debater!

Juro que preferia esquecer tudo isso ao que debater com os meus pensamentos.
Muitas vezes cai gota
por gota, mostrando o sofrimento que as lembranças podem trazer, maldita gravidade que contribui pra todas essas gotas descerem e me desperarem mais ainda.
Creio que todas as pessoas que se deparam com o sofrimento, assim que ele se concretiza, o maior sentimento é o medo, o desespero, de estar sofrendo e saber que nada vale as lágrimas que escorrem no rosto, ou toda a angústia que aperta o coração. Vejo que todas
as vezes que sofri com a sensação de ver descendo pelo rosto as gotas mais amargas e dolorosas foram muita das vezes influenciadas pelo desespero de passar pela mesma situação inúmeras vezes!
Exatamente por isso que é de melhor tom esquecer do que se desesperar.
As lembranças são mais amargas que as lágrimas, e elas vêm juntas, pra definitivamente derrubar quem passa pelo sofrimento, e além delas, se encaixa a saudade de viver as lembranças, e ainda a impotência de resolver algo, ou poder lutar pelo o que se quer, que na verdade é poder voltar e parar o tempo. O que se torna cada vez mais impossível, e assim acarreta a esperança de deixar tudo pra trás e parar de tentar reviver algo que apenas o é inesquecível!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Todo dia..

Eu encontro uma nova Ana dentro de mim, e a cada instante uma nova Carolina.
Meus pensamentos andam bem mutáveis, menos paciente, mais receptiva, menos pra baixo, mais realizada, menos completa, mais madura.
Maturidade, acho que é essa a palavra certa, acho que não estou só crescendo em tempo e também a minha cabeça evolui a cada dia que passa, sinto que tenho minhas responsabilidades estão sendo dobradas a cada dia que passa e percebo que mais e mais estou chegando perto do que eu sempre esperei e do que eu sempre temi, a grande hora de construir uma vida individual! Tenho que tomar iniciativas que não sei de onde começar, talvez por estudar uma hora a mais por dia, ou talvez pensar um segundo a mais antes de falar, prestar atenção nas minhas virtudes e nos meus cargos que a vida impõe a cada fração de tempo que se passa. Hoje eu percebo que a vida passa mesmo muito rápido, quando você menos espera já não há mais tempo pra respirar e transpirar como antes, todas as atividades se acumulam de uma forma mais aglomerada a medida que o tempo passa, e o tempo não pára, e eu constantemente atrás dele.
Atrás de cada canto de um passarinho que seja, atrás de cada noite perdida em mágoas, atrás de cada tarde que se passou como um tufão, atrás da minha próxima manhã, atrás do Sol, atrás de mais vida!
Quero correr atrás cada vez mais do que eu necessito pra viver, e cada vez mais perceber que foi um dia rápido, mas produtivo! Quanto mais o tempo passa, mais se percebe que não adianta estar vivo e não viver, não adianta estar na chuva e não se molhar, não adianta por a mão no fogo e não se queimar.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Estou precisando renovar..

Preciso de pessoas novas, de roupas novas, de uma escola nova, de um propósito novo!
Sempre me preocupei em fazer o mais certo possível tudo o que me rodeia, me preocupei em não mentir para os pais e não ensinar a minha irmã a mentir, me preocupei da minha mãe descobrir e acabei contando, sempre me preocupei com o andamento na escola, com a minha educação com os outros! Sempre pus barreiras onde eu achei que deveria por, retirei pensamentos por me dizerem que eram ruins, esqueci pessoas por não me satisfazerem e não me fazerem bem, me preocupei com o que minha família e meus amigos pensam! E parece que essa mesmice cansa, de verdade.
Hoje já não encaro as situações com a mesma paciência e precisão que enfrentava, acho que essa de ser certinha me desgastou e parece que cada dia mais dá vontade de largar tudo.
Hoje me preocupo com a faculdade que vou fazer, no meu bom rendimento da vida, me preocupo em entender e não decorar, me preocupo em compreender e não deixar passar! Passei por muitos momentos difíceis e sei que virão piores ainda, e sei ainda além de tudo que o que eu passei até hoje foi nada mais que aprendizado. Ás vezes bate a dúvida se todo o certo que vivi valeu a pena, e se toda essa 'revolta' de hoje me valerá a pena.
Mas conclui que há de se viver o hoje sem se preocupar com o que virá, e que no final tudo terá uma explicação, pra todas as dúvidas há soluções, e as perguntas nunca virão sem respostas. Começam aparecer as respostas e nos mostrar o quanto é difícil viver, e o quão é fácil aproveitar essa vida que de tão difícil se torna prazerosa, se torna uma aventura, como nos filmes. Vivemos um filme, com um fim, o final da estrada que alcançaremos a felicidade. E ainda existem pessoas que conseguem desperdiçar todo esse tempo, que de tão grande se torna muito curto.
Acho que deva sim se sentir livre, se sentir bem e poder dizer para os outros ou para si mesmo que você viveu tudo aquilo que sonhou e queria viver, que não foi só mais um e soube aproveitar todo o tempo que se passou. E chegar ao final da estrada com os maiores e melhores sentimentos, a liberdade, o amor, a vitória, a realização e a felicidade!
E para se renovar nunca é tarde, começar a amadurecer, pensar com mais seriedade, criar uma responsabilidade maior e enfim dar valor e entender que a vida não é mais uma, a vida é tudo! E não há motivos de passá-la através de choramingos, reclamações e tristeza, porque ela é eterna, mas acaba!

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Começando a vingar os sentimentos...


Vingar no sentido de recompor, de recomeçar! Pelo ao menos tentando esquecer de toda a angústia.
A distância dos beijos, abraços e palavras doces fizeram sim um rebouliço tremendo, todas as lágrimas parecem ter sido vagas no tempo e no momento, mesmo que nada do que foi bom saia da memória, devo ter meu verdadeiro valor, e quero assumi-lo! É como um leite derramado, existem motivos pra se lamentar, mas não objetivos... ACABOU, mesmo que isso doa ser dito, mesmo doa ser aceito, o leite se derramou, se espalhou e secou.
Existem pequenas lembranças em todo o vazio, que se manifestam as vezes, são motivos de desabafos consigo mesma, ou até com os amigos. Existem músicas que marcaram e que nunca irão apagar o que foi vivido. Existem lugares que trazem boas e doídas recordações, é como reviver tudo em um instante de música, de presença num lugar, são memórias realmente inapagáveis.
Agora resta, vingar os sentimentos, e recomeçar uma história, uma saga! Resta correr atrás do próprio valor, e continuar por lembrando e mesmo sem intenção machucando o coração...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

O silêncio...

É sem dúvidas um vazio intenso.
Hoje me ocupa, com um forte significado! Eu prefiro me silenciar, há que me lamentar a tu
do o que está acontecendo, e acho que isso seja mesmo o melhor a fazer. É melhor eu me calar, ao invés de me humilhar, vejo isso como uma 'motivação' e até uma meta!
Vamos combinar que não poder expressar tudo o que você está sentindo e quer falar não é nada agradável, mas o medo das impressões se torna maior que o desconforto de meras palavras ou até sentimentos 'entalados na garganta'. Prefiro que eles continuem paradinhos até eu criar coragem pra mostrar que além de nada abalada, eu quero é que tudo se ajeite, mas eu não estou assim, ainda dói, uma pontinha de dor, que as vezes me desmorona, uma fisgada no coração que me causa uma angústia. Agonia, muita agonia de não poder dizer o que tenho realmente a dizer, e o silêncio continua por me consolar, me consola pois eu sei que sem dizer absolutamente nada cria uma certa agonia do outro lado da história, e isso me mostra que enfim estamos 'kits' em relação a sentimento.
Eu sei que tudo o que foi pra mim, foi nada pro outro, e meu silêncio permanecerá até que essa pessoa veja que ela errou, até que essa pessoa saiba falar o que tem sentido, para eu tomar liberdade e dizer o que eu acho de tudo o que aconteceu! Hoje eu já não me sinto tão presa nas minhas palavras por estar calada, mas houve sim uma época em que eu me rebatia com o meu travesseiro e até com o meu medo, e o melhor que eu fiz até, no meu ponto de vista interno, foi ter omitido todas as 'correspondências'. Até que eu sinta um verdadeiro sossego!

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Despedida!

Um apelo pela paz, uma boa pedida pra solidão, e assim desencadeando a saudade. A despedida se resume apenas, no adeus indefinitivo!
Aquele beijo, o mais doce, e ao mesmo tempo se tornou o mais amargo, pois trazia o gosto da despedida, e ao mesmo tempo que você implorava para que aquele momento acabasse, o medo da solidão consumia todo seu corpo, te deixando assim sem reação. Onde após todo esse sentimento de impossibilidade, restara apenas as lembranças, que acentuavam ainda mais a saudade deixada.
O abraço que tanto lhe confortava, fora o último desde que você partiu, fora o último suspiro, e a última lágrima de alegria realmente. Toda aquela emoção, e a certeza de que aquele momento jamais se repetiria com tal intensidade, e que além de tudo, poderia demorar tempo suficiente para que suas forças fossem sugadas até poder retornar àquele abraço de paz, de aconchego!
Todo adeus, leva consigo assim uma parte de cada um, seja por um beijo, por um abraço, por um suspiro, por uma palavra, sempre causando a dor da recordação. Pode ser o adeus que for, pode ser que tudo tenha sido uma utopia, pode ser que você tenha amado sozinho, pode ser que nada tenha valido a pena! E assim, há de se perceber que a despedida enfim, causa um enorme sofrimento, por uma parte ou outra, e dói, como uma saudade infinita!

domingo, 23 de agosto de 2009

Saudade...


É toda aquela agonia que você sente por se sentir com uma impotência tremenda!
Saudade, não é traduzível, e nem chega aos pés do amor, mesmo que partindo dele que se brota esse sentimento. O amor, nos traz a alegria suficiente pra todos os afazeres, lhe deixa mais esperto, mais sensível e mais feliz, com toda certeza. Mas desde que exista o amor, nasce o medo da perda, a repressão de todas as mudanças normais e até casuais, e aí que traz a saudade.

É o sentimento mais cruel, é o mais doloroso sem dúvidas, quando se lembra de todos os momentos que puderam ser vividos, e que o tempo não conseguirá recuperar, é motivo de lágrimas sinceras e muito sofrimento! E todas as lembranças são poucas para o tamanho do sentimento que se aloja em seu coração fazendo ele se repartir em vários pedacinhos, fazendo ele se sentir reprimido, incapaz.
A vida sem dúvidas, nos é muito amiga, mas quando ela resolve nos pegar de surpresa e nos arrancar a tal felicidade, ela consegue muito bem deixar essa afinidade de lado. Felicidade que se busca em várias pessoas, em vários momentos, e quando se topa com a verdade, percebe que é só o destino nos mostrando que ele não está de brincadeira mesmo e está disposto nos fazer lutar por tudo o que queremos e enfim engloba todos os textos que eu já escrevi nesse blog!
Dizem que saudade faz bem, faz realmente, pra podermos dar valor ao que se foi, e pra darmos valor ao que chega, mas tal saudade lhe impede de sonhar! Porque há de se convenhar que quando se sente saudade, há uma depressão, mesmo que muito interna, causa uma turbulência com seu 'eu' e por fim lhe traz o maior medo de tentar de novo, e dar com a cara no muro e sofrer ainda mais com a saudade!
Saudade significa lembranças, recordações de todo o tempo bom, e a falta de quem ou o que lhe proporcionou todos esses momentos, assim trazendo a incapacidade de voltar atrás, a incapacidade de fazer novamente!
É 'tortura', é simplesmente saudade!

sábado, 22 de agosto de 2009

Mesmo que eu não queira...

Você continua por passar os dias comigo, nos meus pensamentos, nos meus desejos! Esse sonho acabou, mas ele insiste em me oportunar por todas as noites, por todos os cochilos, e até quando me mantenho acordada, esse sonho que impossívelmente se realizará, pois mesmo que ele esteja por realizar eu vou pausar esse processo! Foram dias e noites a base de lágrimas, de sofrimento e muita raiva, de esperança e muito desprezo, e tais dias e noites continuam por me perturbar, parece mais que é eterno. Uma eterna escrava, de teus caprichos! Hoje eu sinceramente já não consigo decifrar qual o sentimento que predomina no meu coração, porque ao mesmo tempo que eu amo, eu sinto uma falta de apreço absurda. Vivendo por viver, e sem encontrar uma solução pra tal sentimento, sem encontrar o que verdadeiramente ocupa meus pensamentos, pelas lembranças distantes de tudo lindo que eu passei, e uma recordação 'fresquinha' de todas as palavras que em uma fração de segundos conseguiram ferir e quebrar todos os sentimento anteriores. E agora, tenho a lhe dizer, que além de todo meu sincero amor, eu te desejo toda a minha repugnação de você e do seu sentimento que em todo e qualquer momento foi uma farça! :/

Sorria...

isso basta :D

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

mulheres ;)



Q mulher nunca teve
1 sutiã meio furado,
1 primo meio tarado,
Ou 1 amigo meio viado?

Q mulher nunca sonhou
Com a sogra morta, estendida,
Em ser muito feliz na vida
Ou com 1 lipo na barriga?

Q mulher nunca comeu
1 caixa de Bis, por ansiedade,
1 alface, no almoço, por vaidade
Ou, 1 canalha por saudade?

Q mulher nunca apertou
O pé no sapato p/ caber,
A barriga p/ emagrecer
Ou 1 ursinho para ñ enlouquecer?

Só as mulheres p/ entenderem o significado deste poema! Estamos em 1 época em q:

Homem dando sopa, é apenas 1 homem distribuindo alimento aos pobres.
Pior do q nunca achar o homem certo é viver pra sempre com o homem errado.
Mais vale 1 cara feio com você do que 2 lindos se beijando...
E todo homem é igual, pq a gente escolhe tanto?

Príncipe encantado q nada...
Bom mesmo é o lobo-mau!
Q te ouve melhor...
Q te vê melhor...
E ainda te come melhor!

domingo, 19 de julho de 2009

Ninguém tem tempo!


Nos ocupamos muita das vezes com besteira, e ninguém nunca tem tempo! Oh, 'precioso' tempo. É preciso saber distribuir esse tempo, e encaixar ele em todas as vidas que você vive. Porque está mais que claro que não vivemos só uma vida, a nossa vida, se subdivide em várias. Nossa vida amorosa, profissional, pessoal e religiosa, saber conciliar o tempo entre as suas vidas é o necessário e a chave da harmonia! Tenha tempo, e nunca deixe de fazer as suas obrigações e nunca deixe de ter as suas diversões por 'falta' de tempo. E não encare esse tempo como mais uma desculpa.

terça-feira, 9 de junho de 2009

E agora?


Depois de ter te sentido, e ter tido todo o calor que você pôde me proporcionar, como eu irei viver sem você? E agora? Você já se vai, noite vazia, fria, tensa... E eu esperando que você poderia me aquecer mais uma vez, que eu poderia me embrulhar como em um edredom, em seus braços fervilhantes e macios. Irei sentir frio durante toda essa noite interminável, e quanto mais se passa o tempo meus pés se gelam, meu corpo se estremece, quanto mais se passa esse tempo, mais eu preciso de você. E eu procuro por você, de um lado e de outro, sem saber onde te encontrar. O tempo passa como um zumbido incessante que parece interminável, e mais frio eu sinto, e mais falta eu sinto! Até que cansada de esperar por seu cheiro e sua presença, adormeci, pensando em você e em seu cheiro, abominável e inigualável.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Consciência Coletiva, isso faz bem?

Todos termos a mesma religião, termos o mesmo conceito de certo e errado e pensarmos que política é uma palhaçada, será que isso faz bem? As pessoas se esquecem do que realmente pensam, por ser mais fácil concordar com o que todos dizem. Coca-Cola faz mal, falar de sexo é constrangedor e amor é só um na vida, vai dizer que nunca disseram isso? Que nunca concordaram quando uma vez por ventura disseram isso pra você!?
Eu já concordei com todas essas perguntas, sou cristã e acredito
em Jesus Cristo, concordo que tudo em excesso faz mal, que física é uma verdadeira chatice e que a minha mãe é a melhor do mundo.
De uma forma ou de outra, acaba que nós todos nos submetemos a pensar todos tão iguais, mesmo que isso faça bem ou não!

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Orgulho...

Acho que todos nós temos uma pontinha desse sentimento... Mesmo que muitas pessoas não aceitam ter esse sentimento, e nem acreditam na força dele, todo mundo guarda um pouquinho dele em si mesmo. Parei pra pensar nesse assunto, porque eu me sinto muito orgulhosa! E mesmo que eu ache que eu não consigo controlá-lo na verdade eu até consigo, e ele se 'esconde' quando eu encontro uma pessoa que consiga ser mais orgulhosa que eu! 'Funciona' mais ou menos assim, quando eu encontro alguém que deixa o orgulho se 'manifestar' mais que o meu é como se um anulasse o outro, e só permanecesse o que sobrava dessa 'média'.
Eu já 'topei' com muitas pessoas mais orgulhosas que eu, e que conseguiram de certa forma anular o meu orgulho. Orgulho que na verdade, é puro medo de voltar atrás, de perdoar, de 'dar o braço a torcer'. Que também pode ser orgulho de uma vitória, orgulho que se resume somente em orgulho, que é uma palavra que tem inúmeros significados, que são praticamente impossíveis de se chegar em um conceito verídico.

sábado, 9 de maio de 2009

Responsabilidade...

Será que todos nós a temos mesmo, ou será que essa palavrinha está só de enfeite, na vida de muitas pessoas?
Eu parei pra pensar, que a minha responsabilidade, anda muito fora do que eu realmente tenho de fazer. Meus estudos, estão sendo mais um de meus deveres, sem nenhuma prioridade, ou seja, notas baixas e com isso consegui até chatear a minha mãe, que está sempre lutando pra me dar uma escola particular, e eu estou deixando ela pra segundo plano.
Internet, festas, barzinho
s, amigos, tudo está em primeiro lugar, quando na verdade nos esquecemos da responsabilidade, não que responsabilidade seja só escola, trabalho e tudo o que na verdade todos nós julgamos ser chato e cansativo! Responsabilidade, é juízo. E será que nós temos todo esse juízo? Quando saímos, sempre nos esquecemos do que a mãe ou o pai diz, esquecemos dos princípios, e de tudo o que já aprendemos. Porque será? Será porque quando fazemos coisas absurdas ou 'erradas' nos sentimos mais adultos, ou mais independentes? Tudo bem que possa ser a idade, nós adolescentes vivemos de aventuras, ilusões, sem saber que essa fase, é de amadurecimento. Queremos viver de farra, e aproveitar tudo agora enquanto estamos jovens. Quando nos enganamos, e ser independente é ter juízo e responsabilidade.
Eu fiquei muito m
al quando soube que meu rendimento escolar não foi dos melhores no primeiro bimestre de aula, e a partir disso foram regradas algumas coisas pra mim, que de início vão ser insuportáveis, mas eu sei que vai me fazer bem! Acho que assim eu vou saber realmente o que é responsabilidade, pôr ela no lugar que ela deve estar e vou assim me aprimorar. Vou mostrar não aos outros, mas pra mim mesma que eu sou capaz, e que eu posso me considerar uma 'adulta', com todas as responsabilidades, problemas, e todo o juízo.
Pensem nisso, não deixem o circo pegar fogo pra tomar certas atitudes. Melhore em si mesmo, que tudo a sua volta irá melhorar.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Dois lados.

Estive lendo um dos blogs que eu acompanho, o 'Just Begun' e li um texto sobre esses dois lados.
Todos nós temos, um que nos leva a cometer loucuras, nos descontrola, e ao mesmo tempo existe a razão que nos faz pensar, e nos conter!
Pra falar sobre isso, eu vou dar uma desabafada ;s siuhsaisuh'.
Há um tempo eu me sinto mal as vezes, começo a me descabelar, sinto saudade de mais, sinto uma angústia, até que me leva aos 'prantos', começo a chor
ar por praticamente tudo, penso em tudo, que eu não deveria pensar, que é o inconsciente me tomando, mas ao mesmo tempo, eu paro e penso que eu não deveria estar ali e sim, procurando uma solução pra tudo o que está acontecendo, a minha razão me diz que eu devo ser forte, que eu devo correr atrás de melhorar o que me faz mal.
E é assim que acontece com todos nós, em
muitas fases da vida... No amor por exemplo, sempre temos a razão e a paixão.
A razão controla o amor, controla os sentidos e todas as decisões que você deve tomar, a razão te diz quando se irritar com alguma coisa, e te diz quando algo te faz bem. Já a paixão, te toma como um furacão, busca te descontrolar, te faz sofrer e chorar, te faz amar e ir atrás do que quer, sem 'freios'. E assim, não se preocupa o que vai causar, e quem se 'dá mal' é você!
Pois então, deu pra perceber que devemos agir com o nosso consciente, devemos controlar o que dizer e o que fazer, porque o que se faz aqui, se paga aqui, e muita das vezes nós tomamos a atitude de dizer o que 'dá na telha' sem se preocupar com o que vai causar ao outro. Não aja como a paixão, não faça o que quer, na hora que quer, sabendo que isso pode atingir outras pessoas! Assim a sua razão sempre vai estar tomando conta de tudo o que você for fazer.

Fragilidade, motivo, esforço, covardia.

terça-feira, 28 de abril de 2009

Fé...

Não sei porque, mas hoje eu parei pra pensar nessa palavrinha que de pequena, tem de enorme! Pensei hoje, que a fé, pra muitos significa, religião. Eu tirei a conslusão que a fé, está em quem sonha, e quem sonha possui obvetivos, e definitivamente quem cria e conserva objetivos vai atrás do que quer. Mas há pessoas que acham que ir na Igreja, ou em qualquer outro lugar, rezar uma 'decoreba' e acham que assim estão praticando a fé e assim todos os seus pedidos vão ser realizados.
Eu percebi, com muita cautela
, que fé é mais que fazer pedidos em vão, ao vento. Fé é sentimento, é acreditar, é confiar. De que adianta, você tanto pedir e não confiar? De que adianta você pedir e não agir?
As vezes as pessoas acham que tudo cai do céu, muito fácil, é só pedir e 'pernas ao alto'! E acabam colocando a culpa em algo que essas pessoas designam ser um ser maior, que é quem promove de tudo. Mas na verdade, é hora de ir atrás, de dar o melhor de si!

Acho que não há muito o que falar sobre essa monossílaba, tão forte e indescritível! Mas pense. Peça, mas acredite e corra atrás dos seus ideais, e não ache que tudo vai vir de 'mão beijada'! Viva, se aventure, lute! ;P

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Conhecer? :s

Eu me pergunto sempre, porque as pessoas tentam tanto conhecer as outras, desvendar sentimentos e pensamentos, tentar entender os problemas dos outros, sendo que nem a si próprio consegue decifrar! Há um tempo que eu tento me conhecer por completa, mas eu me acho tão mutável, na mesma hora que eu gosto eu desgosto, e não pelo caso de 'ser de lua', e sim pela forma com que levamos a vida, a cada minuto a gente muda um pouquinho a mais, sempre há uma forma de fazermos crescer um pouco de conhecimento, um pouco de carinho pelo próximo e até um pouco de preguiça né siusaiuha' ;x Pois então, ficar aí procurando por respostas para os problemas alheios, mesmo que seus amigos, tente olhar mais pra si próprio, tente olhar mais para os seus problemas, e antes de tentar cuidar de tudo, cuide de você! Nós precisamos sempre nos renovar, e é isso que nós fazemos a cada momento, cada fase da nossa vida, acho que por isso que não conseguimos nos conhecer tão bem.
E para essas pess
oas que ficam 'cuidando' da vida dos outros, tentando achar algum defeito, ou algum problema, ou até tentando fazer com que seu problema seja maior que o do outro, se olhe no espelho (y)' . Vamos tentar pensar mais no que fazer pra melhorar nosso mundinho, pra melhorar nossa situação, vamos tentar cuidar da nossa vida, dar valor as coisas simples e enfim tentar se conhecer por inteiro, descobrir manias, gostos, desgostos e amizades. É isso aí, vamos deixar de nos preocupar em tentar conhecer o outro, e nos conhecer de verdade! Porque mesmo quando acabar a vida, você não vai saber o quanto você é complexo. :D

quarta-feira, 22 de abril de 2009

São tantos os porques...

Que nem eu sei bem o porque de todos eles.
Tudo bem! :s tudo na vida, tem um propósito, um início, um meio e um fim. Mas de onde vem tudo, e porque tudo acaba mesmo quando nós não conseguimos completar a nossa 'missão'? E porque durante toda essa missão temos que enfrentar diversas dificuldades? Porque existe saudade? Porque existe distância? Porque o mundo é tão divido, e nem todos tem as mesmas 'regalias' que os outros? Porque todos nós não possuímos uma mesma língua, um país direito?
São pequenas perg
untas, que na verdade se tornam enormes, quando é aberta a discussão.
E eu tenho certeza, que nós todos queríamos ao menos saber responder com veracidade e certeza todas essas perguntas, e tenho certeza também que não há resposta pra nenhuma delas. Nesse tempo que eu já vivi, que por sinal é mínimo, eu percebi que a vida é feita de dúvidas, e escolhas. Temos o poder de escolher entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, e todos nós desde quando somos crianças somos intuídos a distinguir o que é certo e errado, o que faz bem ou não! Todos os dias eu durmo e acordo agradecendo por cada momento, e mesmo assim sempre reclamo de algo, da minha vida que está tão 'difícil', do meu dever de ir a escola todos os dias de manhã, de voltar pra casa ter que arrumar a casa, ajeitar minhas coisas e ainda assim estudar, estou sempre reclamando de não poder viajar todas as férias, de não poder ter festa de aniversário todo ano, de não poder fazer tudo o que eu quero quando eu bem entender, e assim eu percebo de como eu estou errada. Há pessoas passando por dificuldades maiores que a minha (que são tantas sabe? ¬¬'), há pessoas sofrendo bem mais que eu, e aí é que a gente começa a dar valor no que tem.
E mesmo com tudo isso, nenhuma daquelas perguntas conseguem adquirir uma resposta! Há várias perguntas ainda, de poder religioso, econômico e psicológico, perguntas sem fim, e eu sinceramente acho que todos nós estamos na missão de procurar a resposta de tudo isso, estamos aqui a fim de achar uma resolução para todos os problemas, para todas as brigas, e mesmo que possível, um dia tudo muda, e são feitas novas perguntas, mesmo que as mesmas, são sempre uma incógnita, e a vida é composta somente disso, de responder todas as perguntas do coração, de responder todas as perguntas que no final sempre possuem uma lógica, estamos na missão de viver, sermos felizes, e por fim conseguir aprender que não há nenhuma resposta jogada no tempo, nem em qualquer lugar e muito menos na hora errada! Vamos aprender a lhe dar com tudo isso, vamos aprender que nenhuma resposta vem como nos livros didáticos, e que pra acharmos todas as soluções temos que viver e nos guiar sempre pro melhor caminho assim como nós aprendemos quando crianças! Afinal nada é em vão ;)

terça-feira, 21 de abril de 2009

É tão bom tê-los...

E mais que isso é importante tê-los. Os amigos.
Se não fossem todos eles, não teria tanta alegria espalhada, se não fosse por eles eu e qualquer um, eu creio, definitivamente não saberia viver. E na verdade, se eles não existissem, todos nós teríamos que inventá-los!
Pelo meu ponto de vista, eu tenho os melhores amigos do universo *-* e a partir de cada amizade eu percebo um jeitinho diferente de receber e dar carinho, uma forma diferente de lhe dar com os problemas, uma essência diferente em cada um, uma sensação diferente a cada sorriso, a cada momento! E assim eles se diferenciam, e acabam por serem todos iguaizinhos, todos meus irmãos. Tem os tais 'falsos', afinal quem nunca passa por uma situação assim, e aqueles que possuem um valor verdadeiro, são quem nos 'consola' e não tomam nossas dores, na verdade nos animam, fazem de tudo pra não ver tristeza.
E no dicionário diz tudo: 'Pessoa a qual se está ligado por uma afeição recíproca'
Quem tem amigos, tem tudo. Quem tem amigos, tem paz, harmonia! Isso basta.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Sempre será hora de ser feliz...

Há quem diga que a vida é um desastre, que o homem é o ser mais idiota do universo e que tudo só dá errado! E mesmo que tudo isso seja mesmo verdade, ninguém tem o direito de se remoer por nada. Adolescentes frustrados querendo se matar por paixonites, pessoas se descabelando e entrando em depressão por não ter dinheiro, muitas sofrendo de saudade porque uma pessoa que ama tá em outra cidade, enquanto que tem pessoas que mesmo com todos esses problemas, ou ainda problemas mais difíceis estão aí felizes, aproveitando a vida, a nossa única jóia rara! Pessoas aproveitando enquanto há saúde, água e paz, pessoas aproveitando enquanto aqui é um paraíso, enquanto a vida é bonita e tudo faz sentido. Enquanto umas pessoas vão atrás dos seus objetivos, existem outras que desperdiçam toda chance de sucesso, enquanto uns procuram construir algo bom para o futuro se baseando no presente, há pessoas se lamentando por não ter o 'amor' correspondido. Assim como nossa sábia Gabriela Luz (*-*) diz, as pessoas tentam completar o que já é completo! E em bases no que eu já vivi até hoje, muito pouco por sinal, eu sei que a felicidade é um dever de todos e não mais um direito. Seja feliz por estar cercado de amigos e familiares, e tente esquecer de tudo aquilo que te faz mal. Saudade faz bem, mas não é motivo de nenhuma tentativa de suicídio nem algo do gênero, amor faz bem mas não é sinônimo de sofrimento, tudo que é bom é com moderação, menos a felicidade. Quando se está feliz, não precisa de estabelecer limites, seja feliz ao máximo que você consiga e possa ser, seja feliz sempre, seja feliz pelo simples e enorme fato de estar vivo, de ter saúde e possa ter em quem confiar. Seja feliz, porque o tempo pra isso é muito pequeno, e felicidade não é nenhum sentimentozinho que se possa desperdiçar!

Erros e mais erros...

Eles a reprimia. E através de todos esses erros, ela sofria, sofria por não acertar o jeito certo de falar com as pessoas, sofria por não acertar nas palavras, nem nas horas certas, nem nas horas erradas, sofria por não acertar em quem confiar, e em quem dar valor. E todo sofrimento já tão persistente, continuava a crescer.
Errava porque gostava de mais, errava por sentir! E com todos os erros, começou a não gostar do que era, queria ser uma 'peneira' para selecionar as pessoas e as atitudes que deveria tomar para sua vida, queria ser uma ótima filha e uma ótima amiga, mas nem sabia se amigos de verdade tinha. E foi que a partir dos erros, resolveu pensar no que era para os outros, e começou a ver que o mundo não mudaria para que ela acertasse, e sim que ela deveria modificar o modo de pensar, assim como consequência começaria a acertar. E partir daí ela começou a ver a vida de uma forma diferente, a ver as pessoas de uma forma mais delicada e minuciosa!

Percebeu que na verdade as pessoas em quem confiava, eram só mais uns, percebeu que o erro estava na ignorância e na impaciência dela mesma. Percebeu que nada seria como ela quisesse, se ela não fosse como ela mesma queria ser, percebeu que ela poderia se transformar, de fase em fase, se transformar e assim acarretar o que plantar no futuro.
E assim, ela conseguiu fazer um novo começo, conseguiu mudar seu modo de ser, e enfim começou a perceber que todos os erros foram essenciais para todo o crescimento e para todas as conclusões até ali, todas as pessoas tiveram seus próprios significados, e que o que estava errado já estaria concerta
do assim conseguindo enxergar que o que estava errado era seu comportamento.
Conseguiu se aprimorar por medo de sofrer, pelo cansaço de sempre errar, e assim foi como se chegasse ao 'fim', tal fim de fase!

domingo, 12 de abril de 2009

E no fim...


A amiga qual você contava todos os seus segredos e confiava plenamente acaba por ser a sua concorrente e a que menos gostou de você, aquela que você trocou por todos, até pela amiga de verdade, desprezou todos e só sabia enxergar uma só amizade, e na verdade era a mais insana, a mais atordoada, coberta de brigas e confusões, mas pra você era a melhor, quando tudo não se passava de mais uma brincadeirinha!
A pessoa que você mais ama, acaba te magoando, mesmo que essa pessoa também te ame, e você acaba por magoar ela também! E mesmo que digam que tristezas trocadas se anulam, aquilo é carregado pro resto de toda a vida, sem exageros, o que marca, marca para sempre.
O maior sonho é só mais um desejo, aquilo que era a sua meta de vida, já é só mais uma passagem, mesmo que importante já não é mais o que mais se quer, não é o sentido da vida, é mais um incremento pra todo o crescimento, mais uma metáfora da vida.

Os amores da sua vida, se tornam seus pais, e aí dá pra perceber que eles são quem te amam de verdade, são quem nunca vão ter inveja de você e nem lhe desejaram nenhum mal nem na hora da raiva. São os que lutam pro seu bem e pra tudo dar certo, são os que te ajudam a construir um futuro digno, e no
fim você saberá ser grato a tudo isso!
E tudo muda, de ano em ano, de época em época, tudo se transforma! Você muda, seu jeito muda, sua vida muda, seus conceitos mudam, e na verdade quando você acha que chegou ao fim está tudo só começando. Mas no fim de toda 'historinha', no fim de todas as fases da vida, são essas conclusões que a nossa cabeça e o nosso coração tomam! Você começa a dançar conforme o ritmo certo, até que esse ritmo sofre uma mutação. Incompreensão, dor, sofrimento, alegrias, vitórias, tudo faz parte do aperfeiçoamento, tudo faz parte da vida. Tudo faz parte de
você! E esse é o verdadeiro fim de tudo.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

E parece que tudo dói em um só momento...


Quando nada mais parece fazer sentido, tudo o que já fez sentido (ou não) na sua vida, volta pra te incomodar. E na verdade o que você mais queria era se isolar, 'enfiar a cara num saco' e esquecer dos problemas. Mas acaba por amontoar furadas em cima de furadas, a saudade aperta mais ainda e tudo parece te confundir, até mesmo uma simples amizade!
Daquelas amizades, que vem com inúmeros propósitos e cheia de fases, buracos e apenas pra que você consiga ultrapassá-los, a amizade 'recente' mas que de muita importância, importância por todos os mínimos detalhes, a vontade de estar sempre perto. A vontade de querer sempre bem e a paz que esse amigo (a) transmite, através de gestos, palavras, e no final acaba por mudar tudo, e de uma amizade nasce um laço quase que familiar, uma irmandade, uma cumplicidade sem igual!
A saudade bate com uma intensidade enorme, e tudo começa a fazer falta, desde aquele brinco que você perdeu na viagem passada, até a sua amiga que saiu da sua cidade, estado, país... (referindo-me a Gabriela Luz ;s) E a falta é irrevogável. Toda e qualquer música, qualquer citação ou até uma foto, vem pra trazer lembranças, e essas lembranças intensificam a saudade. Dizem que saudade faz bem, e eu acabei por tomar conclusões que realmente faz bem, porque nada mais que perder pra perceber a verdadeira importância, a intensidade de todo o carinho e de todo o esforço até ali! E todas as vezes que haver uma partida, menos vai doer, porque o coração, o psicológico acaba por se acostumar com essa metamorfose, e essas mudanças sempre nos faz crescer.
E aí tudo volta, volta num sentido mais confuso ainda, e é exatamente essa confusão que nos faz entender a vida!
Porque na verdade, quando enfrentamos a vida, estamos entrando em uma verdadeira confusão, que pode acarretar tristezas, marcas e muitas alegrias!

domingo, 15 de março de 2009


Pensar mais sobre os limites que nos impuseram, te leva a maiores lugares, à que impor limites e não saber aproveitar a vida, com a 'responsabilidade' de se preocupar com os deveres dos outro!

Frase minha, só pra refletir :D



segunda-feira, 9 de março de 2009

Amor Platônico

Parece tão bobo, mas ele existe,
O amor sonhado e nunca tocado,
Pra encher de esperança,
Corações entediados.

Tentar escrever, e nunca sair
Do assunto, que se resume em você.
Alguém que nem chegou pra poder partir,
Mas apareceu, pra persuadir
E dissuadir, quando se insiste no errar.

O sonho com o príncipe encantado,
Que você sabe que nunca há de ser realizado.
Tipo de amor abstrato, e nunca concretizado!
Amor, é coisa bonita,
Platônico é algo desligado de interesses materiais,
E a junção dessas duas definições,
Mostra o quanto é primordial
Mesmo sendo de difícil compreensão!

domingo, 8 de março de 2009

É hora de lavar a roupa suja,


dizer tudo o que te magoou, todos os erros e encadear novas brigas. Hora de ir atrás dos verdadeiros amigos pra desabafar, hora de acabar e deixar tudo em pratos limpos!
Porque mesmo depois do que foi perfeito, existem os equívocos, que corroem tudo o que há de bom até que esses equívocos venham 'à tona', tais quais ficam martelando a vida e a mente das pessoas, fazem sofrer, fazem reatar e até desenrolar nós. É hora de dizer adeus, e pedir desculpas!
Implorar perdão, e pedir pra que nada mude, e nada afete a convivência, a amizade. É hora de dizer o que não foi bom, é hora de chorar, é hora de mudar!
É hora de deixar tudo pra trás, subestimar. E enfim essas horas sempre chegam, assim como a hora de conhecer chega, a hora de viver maravilhas, de passar momentos únicos, de sorrir, de sonhar, e tudo acaba! Acaba, e sucessivamente recomeça.
Tudo volta, mas nunca há 'rolos mal resolvidos', é hora de aprender, é hora de ensinar! É hora de crescer, é hora de se aninhar, de se aflorar, é hora de viver!
É hora de sofrer, amar, cair, sorrir, deprezar, esquecer, é hora de perdoar.

segunda-feira, 2 de março de 2009

E na verdade...


Foi só mais uma ilusão! Aqueles amores bobos e de adolescente... Aquele que você se dedicou e mais ainda, dedicou seu tempo, dedicou sua felicidade, e até esqueceu de tal! Sofreu, chorou, mas lá no fundo sabe que passou momentos incríveis. E talvez toda essa besteirinha pode ser o que realmente vale na vida, essa passagem pode ter significado bem mais, e quando você se vê você já está 'em outra' e acha que não gostou de verdade da pessoa com quem estava. Sim isso aqui se refere a um relacionamento amoroso, aqueles de infância, aqueles que você curte, curte, curte e acha que não vai ter proveito de nada no final, mas realmente, além de significar muitos essas relaçõezinhas, elas fazem a pessoa se aperfeiçoar, faz aprender a não cometer os mesmos erros, faz a pessoa aprender a viver... E saber que ninguém é de ninguém, saber controlar ciúme e possessão! E sempre há um espaço de tempo pra poder pensar, refletir, e logo em seguida já aparece mais um teste, porque na verdade essas paixões são verdadeiros testes.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Gabriela Luz...


É eu acho que realmente não poderia faltar isso aqui, até porque é uma ótima causa ;) UIHSAIUHASU' Olha, eu quero primeiramente te desejar tudo de bom, que essa viajem, essa fase da sua vida, a faça aperfeiçoar mais e mais. Quero também poder te agradecer, por tudo, definitivamente tudo. Você me faz e fez muito bem todo esse tempo que está ao meu lado! E de pensar que um dia nós já brigamos e não esperávamos absolutamente nada uma da outra, e pensar que um dia isso tudo pôde ser 'apagado' e o destino ter nos dado a chance de recomeçar. E agora vai ser tão difícil deixar você ir :/ vai ser tão difícil saber que você não vai tá aqui sempre que eu quiser te ver :S e enfim, o que nos uniu realmente foi a nossa paixão em comum, tão abençoada paixão em comum! Me fez ver que realmente tem pessoas em que eu possa confiar, em que eu possa compartilhar as minhas alegrias e tristezas, e antes de tudo sonhar! Brigada de verdade, por ter me incentivado com esse sonho, por ter me ajudado em tanta coisa, por ter me apoiado me dado força, por todas as vezes que você vê que eu to mal (através do sub nick do msn UHSUIHAS ;x) vim e me dar força, me falar umas coisas que eu preciso realmente, me animar e o principal mostrar que é minha amiga mesmo, e que eu posso contar com você em tudo! E eu te digo o mesmo, pode contar sempre comigo, pra o que der e vier, porque amiga é pra sempre, e você já é eterna pra mim! Eu te amo, te amo de verdade! Eu te quero bem, e te quero pra sempre! Minha luz, afinal 'Porque uma luz não deixa a escuridão ganhar' (créditos a Nathália) :D

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

E lembrar é tão bom...



É bom pra você, é bom pra vida! As nossas inestimáveis recordações.
Eu particularmente, adoro que na minha vida eu tenha momentos inesquecíveis e que as pessoas as quais participam de tais sejam também inesquecíveis. É tão lembrar, lembrar daquelas férias maravilhosas, dos passeios com as primas, lembrar de que você foi capaz de alcançar aquilo que tanto esperava! As lembranças tão importantes lembranças... Elas mostram que realmente você não viveu por viver, e no 'final das contas' foi possível realizar algo inesquecível!
Dádivas de um passado bom! Momentos que há um minuto fez seu mundo girar mais rápido ou até fez com seu mundo nem pudesse girar, algumas metáforas inapagáveis.
Em tão pouco tempo pode-se tornar algo tão importante, ou algo tão bom, bom de se lembrar! Passagens que por um instante roubou a sua atenção, passagens que enfim fizeram com que você fugisse de si próprio, aqueles momentos em que você sabe que não foi exatamente o que a sua personalidade manda, mas que foram tão bons que são de tamanha importância na lembrança! E com certeza dá pra se divertir com essas recordações. Rir daquelas fotos engraçadas, e até daquelas tão formais. Podem até ser aquelas lembrancinhas concretas de uma viagem, uma camiseta, uma música, um imã de geladeira e 'n' lembranças. E sempre no final, tudo é tão bom! E definitivamente lembrar é tão bom.

Deixa tudo acontecer,


Deixa tudo rolar, não pressione nada e nem fiquei anciosa (o) a toa! Isso não compensa, você tem uma vida inteira pra aproveitar, uma vida inteira pra curtir e passar momentos incríveis do lado de quem ama, de quem gosta. O valor das coisas estão somente em saber absorver cada palavra, cada detalhe, cada gesto, o valor das coisas estão na força de formar poucos minutos em grandes instantes, em aproveitar tudo como se fosse a última coisa a fazer, porque nada volta, nada é como foi, nada é mais intenso que viver o instante e deixar acontecer como o futuro prevê! :D
Textinho meu que eu escrevi há um tempo atrás, mas que eu me espelho até hoje, e por incrível que pareça minha opnião não mudou sobre tal! Tempo ao tempo, isso é o que importa, isso é o que precisa!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Tudo é uma questão de oposto!


Tudo é antítese, é certo, é errado. É bom, é ruim. É feio, é bonito!
Acaba que todos nós e tudo se encaixa no padrão, a beleza, a ética, a educação, a linguagem. Tudo é nada, ao mesmo tempo em que você é alguém, você é ninguém, e assim é o 'normal', e assim é o formal, é o tão respeitado padrão! Gordo, magro. Homem, mulher.
Meninas antes dos quinze anos de idade não podem namorar, nem sair de casa sozinhas. Mulheres após os quarenta anos de idade, já não podem se vestir como querem, já não podem ser elas mesmas, mulher é sexo frágil, o mundo é machista! Ter filhos nova de mais é uma 'putaria', ter filhos 'velha' de mais é ridículo! Se for normal bem, mas o anormal é que chama atenção! Mas o padrão assim mesmo continua por existir. Tudo gira em torno do 'certo' e todos nós nos encaixamos nessa mesmice de sempre! E todos nós tão iguais, tão clichês! Literalmente clichês, tão normais, pois a sociedade impôs. A contradição é minoria, a aceitação toma conta desse mundo tão cheio de ideias.
E assim o preconceito entra em 'ação'. Ridículo, normal. Pra ser aceito, não pode variar, pra variar precisa estilo, e hoje estilo é o que menos importa conforme o pensamento de muitos. Mas estilo é tudo, ou nada? Tudo não é oposto? Realmente tudo é oposto, tudo possui o seu oposto, e tudo depende – conforme a física – do ponto referencial (que normalmente é o mesmo) !

Inspiração com tudo hoje hein ;) UHSAIHSUIHAUIHSUHASH, é isso ae galera ;] Bom Carnaval, juízo, diversão, moderação, e sexo com camisinha :D

Ele te domina e te prende!


O medo. Inconstante, bobo, complicado. Estranho.
Inimigo, inimigo do homem, inimigo das situações e das vitórias! Frio, complexo, sofrido. Tal medo, medo de você mesmo, medo da vida e medo dos pensamentos. Pensamento medroso e medo do próprio. Angústia. E ele corre por você, como se fosse natural, como se fosse bom! Ruim, bom, contraditório!
E atrás de todos os sentimentos, há o medo. Inquietação, aflição! E de repente tudo flui, como se quer, como não se quer. E ele está ali, em todas as situações, pra ser o fundo do poço. É o que derruba, é o que faz sofrer, e o que afinal faz viver! Surpresas, tristezas e por fim o alívio. Alívio pela partida do medo. E assim sucessivamente, o medo te consome realmente!


Tentei ;s comentem e digam se ficou bom!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

O destino ...


Realmente já deu pra perceber que esse tal de destino não está de brincadeira, e não vai deixar ninguém na 'maré mansa' não! Uma surpresa a cada passo, uma descoberta a cada caminhada e assim por diante nós trilhando o que o destino nos permite e nos impõe. E vai haver um dia que ele será brusco, e lhe tirará o que você tem de mais importante, irá te arrancar amigos, familiares, e vai te mostrar acima de tudo que você é realmente capaz de superar todos os obstáculos, e eu acho que é esse o papel do destino, ele tem o dever de nos mostrar que nós somos fortes o suficiente pra poder enfrentar tudo com otimismo, e definitivamente nos mostrar que a nossa força se dá pela nossa fraqueza. E depois de tudo o que esse tão carrasco destino fizer você passar, você vai agradecer a ele - pois no final tudo dá certo, e só não dá certo quando não é final - porque nada é em vão e com certeza o que acontece hoje é consequência do amanhã, ou seja, mesmo que não tenha aparência e essência de bom, o destino nos prega uma corrida, sem fim, ou melhor com um único fim, a morte, onde você vai poder começar de novo e receber mais lições de um novo destino que vai ser sempre imposto a você! Não se iluda, não se comprometa, no final da tão sofrida corrida o destino vai exibir que todos os fracassos foram contribuintes pro seu crescimento psicológico! Tudo é fator do que está por vir, sem nos desesperarmos, vamos todos viver, ir atrás da felicidade com o limite do que é imposto e apresentar a peça teatral - que é a vida - pro destino, e expor a ele que fomos realmente capazes de vencer.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

O amor, tão idolatrado amor ...



E como todas nós adolescentes sempre caímos no tão cliché assunto 'amor'! Talvez por nós todas estarmos passando por algumas fases da vida, onde há sempre alguma amiga sofrendo por um namorado incompreensível, ou algum amor perdido e talvez até nós mesmas entrando em prantos por achar que o 'carinha' não te dá atenção e todos os blás blás blás comuns... E por falta do que dizer resolvi dizer sobre tal.
Amor... Muitos pensam que se resume apenas em tremer as pernas, o coração bater mais rápido, e etc e tal que todas as meninas se fantasiam, mas na verdade o amor, é amizade, compreensão, confiança e até discussões, pois nenhum relacionamento foge das briguinhas, isso é fato. Amor não é desejo, amor é carinho! E como é fácil todos nós confundirmos o tão complicado amor com a ardente paixão, e é exatamente aí que nós 'quebramos a cara' e ficamos sem ação naquela situação, e onde surge também o sofrimento! Tão constrangedor sofrimento. Conforme o dicionário 'inclinação da alma e do coração'; conforme nós pensamos, sinônimo de sofrimento!
Mas chegamos a conclusão de que o sofrimento se dá porque as pessoas se apegam e se apoderam das outras muito rapidamente, tornando assim cansativo e estressante o relacionamento, pois qualquer lágrima que cai no rosto a culpa é do meu parceiro que não soube me fazer feliz, encubem pessoas de completar o que já é completo (créditos a Gabriela Luz ;])
, pois a sociedade e todos nós conseguimos impor que temos que estudar enquanto crescemos, casarmos com uma pessoa em que a gente ama de verdade, e ter filhos e sermos felizes pra sempre, como se tudo fosse completamente perfeito, como se não houvesse brigas um dia, como se tudo fosse tudo lindo como o 'amor'. E caímos no mesmo propósito de que não dependemos de ninguém para amar, nem as pessoas dependem de nós para amar, e assim o casal tem um relacionamento sadio sem 'encargos' e cobranças de felicidade, nós precisamos de nos relacionar, mas não temos direito de nos apoderar dos outros!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Tempo tão preciso tempo...


Há quem diga que tempo é necessário, e que atitudes e decisões precipitadas acabam mal sucedidas! Realmente o tempo é necessário, o tempo tão incessante e agoniante, tal qual traz uma angústia e qual você luta contra ele. E o mais desesperador é a paciência que é preciso ter pra esperar esse tempo passar, mesmo que a paciência também seja necessária. E quanto mais ele passa, mais as coisas vão se tornando mais complexas na nossa cabeça, mais vai tudo virando uma 'bola de neve' e menos dá pra entender tudo o que tá acontecendo! E chega uma hora que você se dispõe a pensar que tudo vai dar certo, que é tudo um 'mar de rosas' e que não é possível algo tão fútil dar errado logo pra você, até que esse tempo se esgota e nada do que pensou era realmente o que aconteceria, tudo deu errado, todo tempo que você esperou foi tido como perdido, mas aí é a hora de pensar que mesmo que não tenha dado certo, foi um aprendizado e uma lição de vida, e nos mostra que nos precipitarmos pode ser a escolha errada e uma forma de trazer sofrimento!

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

E a ilusão te consome!


E mesmo que você não queira, você está aí sofrendo! E isso se chama ilusão porque na verdade o que tem dentro de você não acabou, e você precisa de uma 'razão' pra viver, e como essa razão é importante pro ser humano... Se eu sou infeliz a culpa é dele que não sabe me amar da forma que eu preciso, se eu sou feliz é porque ele me proporciona tudo que há de melhor, conseguindo realmente esquecer que a vida é minha! Ninguém é movido a ninguém, ninguém necessita de ninguém! Nós precisamos de companhia e de carinho, e como precisamos, mas sabendo impor limites a essa intimidade, sem deixar que a vontade de ser feliz do lado de alguém te impeça de fazer as coisas, sem impedir que se relacionar, tanto em relação a amizade quanto a namoro, seja mais um pretexto pra que você esqueça dos problemas e coloque nas 'costas' do próximo o dever de alimentar o seu vazio que você mesmo não consegue preencher. E definitivamente deve-se deixar de ser impertinente e dizer que o sofrimento foi desencadeado por outra pessoa, saber que você é descabido de viver pelos outros e deixar que os outros vivam por você! Saiba realmente aceitar que a vida não é feita somente das alegrias, e também que você é culpado por todos os seus atos, então saiba controlar essa necessidade de encarregar o outro de fazer a sua felicidade, e vá atrás dela sabendo diferenciar as situações! E nunca esquecendo que a felicidade está bem ao seu lado, não corra atrás de algo que lá na frente você perceberá que deixou pra trás ;)

domingo, 8 de fevereiro de 2009

O tal 'diz que me diz que'


Complicado, mas sempre tem alguém que fica num 'leva e trás' de conversas que chega a irritar, o tal 'diz que me diz que', um diz aqui, o outro diz ali, e quando vai ver já passou por várias pessoas um assunto talvez até particular! Aconteceu breve comigo uma situação como essa, mas a diferença foi que, me culparam por ter 'fofocado' sobre um assunto restrito, mas restrito por uma parte e por outra não. É como aqueles que fulano é isso e fulano é aquilo, e sem querer que esse tal fulano saiba disso! Mas eu acho, que quando se quer segredo não se deve contar pra ninguém, porque o ser humano [i]racional uma hora não aguenta, e acaba por estourar e por fim dizendo tudo o que você queria segredo. E o quão é constrangedor... É isso aí, por hoje é só. Ontem não pude postar, estava sem tempo :S , mas comentem e digam o que pensam sobre o assunto! :D

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Enfim, somos movidos pelos problemas.



E definitivamente está mais que na cara que somos movidos pelos problemas, desde os mais simples aos mais complexos. Basta saber conviver com tais quais, e não ficar se lamentando como a maioria das pessoas! Leve-os como se fossem partes da sua vida, entenda eles como algo supérfluo , saiba a hora de resolvê-los e de se preocupar com eles, sempre há tempo pra tudo e não é preciso se descabelar por tão pouco. Siga mesmo com todos os problemas. Agora depois de tudo isso imagine a vida sem os problemas... Seria tudo tão cliché, todas as pessoas tão iguais, sem nenhum motivo pra estar inquieto. Não teria também a força de vontade, e o orgulho de algo resolvido, sem problemas a vida não é vida! Afinal, nós somos movidos pelos problemas!

UP õ/



É isso aí, estou começando agora, espero que gostem do blog e comentem!
Vou fazer meu máximo pra sempre atualizar aqui e deixar vocês bem interessados nos textos.
Obrigada :D